01/08/2016 - ​Construsul 2016 reúne profissionais do setor e alavanca negócios no segmento

A 19ª Construsul - Feira Internacional da Construção, que ocorre de 3 a 6 de agosto nos pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo, promete novidades e uma oportunidade única de relacionamento e geração de negócios. Mesmo que o momento de instabilidade econômica tenha prejudicado o setor, as últimas notícias foram mais animadoras com um início de contenção dos índices inflacionários e menos trabalhadores ficando desempregados. 

"O mercado da construção tem dado sinais claros de reação da economia. As empresas tem começado a colocar seus colaboradores para trabalhar novamente. Tivemos um cenário instável, mas as empresas estão se acostumando à situação. É importante ressaltar que a construção civil está sempre pensando a frente, mesmo com a burocracia para se colocar em prática os projetos," afirma o diretor da Sul Eventos, Paulo Richter.

São aproximadamente 420 empresas participantes. Atendendo a pedidos de expositores e visitantes, o evento terá horário diferenciado no sábado, das 11h às 18h. Nos demais dias, o horário permanece o tradicional, das 14h às 21h. A Construsul conta com a participação de indústrias de segmentos como: argamassas, aditivos, selantes, impermeabilizantes; Iluminação e elétrica; fechaduras, ferragens, cadeados; churrasqueiras e lareiras; revestimentos, tintas, vernizes e acessórios; portas, janelas e complementos; produtos para cozinhas e banheiros; sistemas construtivos; ferramentas manuais e elétricas; máquinas e equipamentos para construção.

A credibilidade da feira está chancelada pelo apoio institucional de cerca de 40 entidades representativas do setor (nacionais e regionais). Promovida pela Sul Eventos Feiras Profissionais, a Construsul conta com espaço de exposição de cerca de 25 mil m² de área construída. 

A expectativa da organização do evento é receber cerca de 65 mil visitantes qualificados entre lojistas, construtores, órgãos de governo, engenheiros, arquitetos, incorporadores e outros profissionais atuantes na construção civil. 

"Na edição anterior, 27% dos visitantes cadastrados foram lojistas e 22% construtoras e empreiteiras. Arquitetos e engenheiros englobaram juntos 26% da visitação. O grau de qualificação também pode ser medido pelos 89% de profissionais que declararam o objetivo da visita foi conhecer novos fornecedores, novidades do mercado, network, conhecer seus parceiros atuais," explica o diretor da Sul Eventos, Luiz Inácio Sebenello.

Um dos temas que vai predominar é a economia energética, tanto a de produção (que está em voga este ano devido aos investimentos, como isenção do ICMS). A sustentabilidade na construção também deve ser um dos temas, como a racionalização da construção, aproveitamento de materiais e qualificação de mão de obra. O uso da informática dentro do ferramental também está em evidência. Com alguma frequência é percebido o uso do GPS em ferramentas, principalmente. Muitas delas já fazem a medição e avaliação da área. Os drones também têm sido utilizados para oferecer uma imagem aérea que auxilie na avaliação, gestão e fiscalização. 

"A Construsul é uma oportunidade das empresas e prestadores de serviços alavancarem seus negócios. Contamos com um público muito especializado formado por engenheiros arquitetos e empresários do setor envolvendo toda a cadeia produtiva da construção", observa Richter.

Alguns dos destaques deste ano estão por conta da variada gama de eventos de conteúdo. São palestras, seminários, congressos que proporcionam atualização aos profissionais visitantes. A feira conta também com a Central de Negócios da Construção. A ação acontece no formato de rodada de negócios, onde os expositores têm a possibilidade de agendar reuniões com lojistas de materiais de construção e/ou construtoras.

Foto: Guilherme Gargioni, Divulgação 

guia.png

Guia Virtual

Seu guia digital

imagem

Onde Encontrar?

Confira onde encontrar o guia

acesse
logo-fesuppo-rodape.png
logo-guiconstrucao.png
logo-guiacaxias.png
logo-guiagestao.png
logo-guiaautomotivo.png